Você está em: Orelhas em Abano

A orelha em abano é uma condição presente já ao nascimento, que pode manter-se inalterada ao longo dos primeiros anos de vida ou se agravar. Trata-se de uma característica que usualmente é alvo de brincadeiras pejorativas e que muitas vezes pode prejudicar o convívio social, principalmente em crianças.

a cirurgia tem como objetivo trazer as orelhas para uma posição mais natural, diminuindo o ângulo entre elas e o crânio. Em crianças, é feita a anestesia geral e nos adultos, pode ser feita anestesia local, com ou sem sedação. A incisão fica posicionada atrás da orelha e, além disso, é de excelente qualidade, o que a torna praticamente “invisível” após alguns meses.

Quando se opera crianças, o período de internação é de no máximo 24 horas e o paciente deixa o hospital com curativo enfaixando a cabeça, exercendo leve pressão sobre as orelhas contra a cabeça. Em adultos, a cirurgia é feita em caráter ambulatorial e o paciente é liberado para casa poucas horas após a cirurgia.

No dia seguinte, o primeiro curativo deve ser feito pelo médico, no consultório, para que se possa detectar precocemente os hematomas, que constituem a principal complicação. Os pontos são retirados com cerca de 14 dias.

Com quantos anos a criança já pode ser operada?

Em torno dos 6 anos, que é idade na qual a orelha já completou quase todo o seu crescimento e quando a criança está prestes a ingressar na escola, o que evita brincadeiras e traumas desnecessários.

É doloroso?

A dor é moderada e incomoda mais nas primeiras 24 horas. Depois desse período, ela diminui significativamente e praticamente inexiste após 2 a 3 dias.

Com quanto tempo o resultado final é atingido?

A princípio o resultado é definitivo. Entretanto, como é mais complicado uma criança permanecer tanto tempo em repouso, um trauma na orelha, como uma brincadeira com um colega ou jogo de bola, pode prejudicar o resultado da cirurgia e levar a assimetrias, o que acarretaria uma nova cirurgia para a simetrização.

Como devem ser feitos os curativos?

Devem ser feitos todos os dias, durante o banho lavando a cabeça e a região da incisão atrás da orelha, mantendo-a bem seca após o banho. Gazes devem ser posicionadas sobre a cicatriz e uma faixa elástica fará uma compressão leve sobre as orelhas. esta faixa deverá ser usada continuamente durante os primeiros 30 dias, removendo-a apenas para o banho. No 2° mês será usada apenas para dormir. Terminados os 60 dias, nenhum tipo de cobertura será preciso.


Compartilhe este post: